domingo, abril 18, 2010

... eu... contemplo...

Deitada no sofá do meu refúgio
Pela janela te olho…

Hoje estás grande, redonda.
Linda como sempre
Iluminas o céu escuro.
A tua luz hipnotiza-me,
Não consigo desviar o olhar…
E se esticar o braço
Quase te consigo tocar…
Sinto-me privilegiada…

Tal como o Sol,
Que me aquece a pele
E me faz adormecer,
Tu me aqueces a alma
E fazes-me sonhar…

Pois ficarei aqui deitada
A olhar-te e a sonhar…

Sem comentários: