domingo, abril 18, 2010

... eu... volto...

Vou-te conhecendo
Pela boca dos outros,
Pelos seus olhos,
Pelos sabores e cheiros
Que me trazem qual
Tesouros preciosos
Guardados em caixas…

Arrancaram-me de ti
Sem opinião pedir
E não mais me deixaram regressar,
Mas uma dia,
Um dia voltarei a ti
Para te conhecer,
Para conhecer os teus encantos
E os teus desencantos, também…
Que sei serem muitos.
Tal como eu, também
Tu tens sido magoada,
Ferida, lá, onde mais dói,
Na tua existência,
No teu ser…
E foste tripudiada,
Ignorada, abandona, esquecida,
Não ouviram o teu grito
Desesperado, sofrido
De quem quer apenas ser amado.

Um dia voltarei a ti!
Espero que me recebas
De braços abertos
E juntas possamos descobrir
A minha, a tua, a nossa
Existência…

Sem comentários: