quinta-feira, maio 13, 2010

Mais do mesmo

Como será?
O que vou sentir?
Digo que sim?
Digo que não?

Apenas sei que
Não posso parar
De pensar.
Tenho de o fazer!
Tenho de racionalizar
Cada sonho,
Cada sentimento,
Cada arrepio.
Se paro,
Deixo-me ir
E não posso!

Mas quando
Estou prestes
A desistir,
A dizer que não...
Sorris...
E volto ao princípio,
Ao desejo,
A querer-te,
A sonhar-te...

Desconcentras-me,
Baralhas-me
Consomes-me,
Torturas-me...

Matas-me...

Sem comentários: