quinta-feira, maio 06, 2010

Também

Sim, grito.
Sim, choro.
Sim, perco o controlo.

Também sou Humana, sabes?

Também tenho um coração
Que se fere com as
Tuas cruéis palavras.
Também sou feita
De carne e osso.
Também tenho sangue
A correr nas veias. Quente.

Também sou como tu.

Sem comentários: