quinta-feira, junho 10, 2010

... e é tudo...

... uma questão de pele, de cheiro e às tantas aquele que te parecia tão familiar e que gostavas, de repente arrepia-te dos pés à cabeça agoniando-te de tal forma que só te apetece fugir. E porquê? Não sabes bem. Talvez seja porque tens os sentidos mais apurados, já que deixas-te de fumar e tudo tem outro sabor, ou, porque simplesmente um dia acordaste e te olhaste ao espelho e percebeste que chegara a hora de dares uma segunda oportunidade. Mas desta a ti própria, à mulher que te tornaste. E então agarras em ti e nos teus tarecos e corres. Corres sem olhar para trás, corres até já não poderes mais. Até ao desespero. Ficas cansada, exausta, com as defesas em baixo. Estás mais sensível que nunca. Começas a ver, a sentir tudo de uma outra forma. Ao princípio estranhas, porque não estás habituada a tanta cor, tanto som, tanto cheiro e dás por ti completamente perdida neste novo mundo, sem saberes como assimilar tanta informação, mas não paras. Continuas. Queres mais. Sempre mais... Descobres que também os outros merecem uma segunda oportunidade... Descobres uma nova pele, um novo cheiro...

Sem comentários: