domingo, junho 06, 2010

... e porque a Vida acontece...

... vi-me obrigada a aproximar-me de uma pessoa de quem francamente não gostava e sempre vi como uma criatura extremamente arrogante e antipática! Lá baixei a guarda e deixei que se mostrasse e ... surpresa das surpresas... é uma pessoa super inteligente, com valores e em tudo somos iguais. Gostamos dos mesmos livros, filmes, músicas, viagens, comida, partilhamos a dificuldade das manhãs e o fascínio da noite, enfim... é como se me olhasse ao espelho... a minha questão é: serei eu altamente narcisista por me sentir absolutamente fascinada por alguém igual a mim???...

4 comentários:

alexandrapatronilho disse...

Nunca devemos julgar sem conhecer...ás vezes temos grandes pessoas ao nosso lado e nem damos conta!!! Ainda bem ! Fico feliz por ti!! Jocas

Ana Vermelho disse...

mas eu já conhecia, ou pelo menos julgava, que conhecia... desta vez fico feliz por estar errada!

anita disse...

Há uma teoria maravilhosa que diz que todas as nossas relações são de alguma forma um espelho. Nosso ou de características nossas. Quando consegues ultrapassar uma antipatia de "pele" dessas, é sinal que evoluíste e estás preparada para lidar com uma faceta tua que não te agrada tanto. E as segundas oportunidades têm qualquer coisa de perdidamente romântico. :))))

Ana Vermelho disse...

ai ana... tens toda a razão!!!