terça-feira, julho 27, 2010

Labirinto

Impulsiva e exagerada
Por natureza,
Explodo em cada
Palavra, cada acção
(sem compreender o
Porquê de tanta reserva).
Terás de ser tu
A mostrar o caminho, a saída
Deste labirinto tortuoso
De sentimentos confusos
Que num dia te amam
E no outro te odeiam
(hoje amo-te!).

Sem comentários: