sexta-feira, julho 23, 2010

O lado B é mais fácil

Não me reconheço!
Olho-me no espelho
E vejo uma imagem
Que nem sequer
Consigo descrever
De tão estranha que é!
De repente tenho
Todos estes sentimentos,
Tantos e tão intensos,
Que se por um lado
Me aperta(s)m e sufoca(s)m,
Por outro acalma(s)m-me
E seduze(s)m-me…
Seduz-me pensar
Que te posso amar.
Sufoca-me, transtorna-me,
Mata-me (!) que tu não… E não!
E fico triste… E depois já não
Porque sei que estás aí.
Não me reconheço!
Não consigo ligar o bitch mode
E apagar-te. Seria mais fácil…
Não melhor. Apenas mais fácil.
Menos doloroso…
As saudades, a falta que fazes…
Dói! Tudo dói! Os ciúmes!
Nunca os tive! Não gosto!
Não me reconheço! E não gosto!
De repente tudo foge do meu controlo
Do meu mundo milimetricamente
Organizado, estudado,
Porque assim tem de ser…
Para não me perder!
E (contigo) perco-me…
E não me reconheço, assim:
Sonhadora, alegre, feliz,
Disposta a tudo!
A enfrentar Mundo!
Por mim… para ti…
Estranho-me!!!

1 comentário:

alexandrapatronilho disse...

Olha que bela surpresa... estas muito diferente na tua escrita. Mais madura... ou talvez mais profunda. Não te sei dizer! Mas gostei Ana, gostei muito! Beijinhos grandes :) Alex