sábado, julho 17, 2010

Sem título

Que pretendes tu?!
Que tanto te abres,
Como te fechas.
Tanto corres para o colo,
Como dele foges.
Te afastas,
Me afastas,
Me escondes,
Te escondes.
Do quê, de quem?!

Sem comentários: