sexta-feira, agosto 20, 2010

... scary zen mode...

... hoje aconteceu-me das coisas que mais me irritam. O desperdício!... fiz uma bela salada de farfalle e quando estava a levá-la para a mesa, não sei o que aconteceu, mas deixei cair o prato no chão! PUUUUUUUMMMMM!!! Uma verdadeira explosão!!! Fiquei estarrecida a ver tomate, coentros e azeite a escorrerem pelas paredes, já para não falar do chão, um mar de laços coloridos!... ora, quem bem me conhece sabe que a reacção normal seria desatar a dizer palavrões aos berros, enqanto limpava enfurecida o cenário, atirava com tudo para o lava-loiça e ia almoçar fora (com vários cigarros pelo meio!!!)... pois hoje não!!! Até dei por mim a pensar que lindas cores tinha a salada e que bem cheiram os coentros acabados de cortar. Pacientemente limpei tudo, incluíndo lavar paredes e fiz outra salada (esta foi parar ao estômago e não ao chão!). Tudo isto sem tugir, nem mugir e sem me irritar!!!... este meu zen mode, já me começa a assustar. Pareço mais andar dopada do que zen... hum... 

quarta-feira, agosto 18, 2010

... livre?...



... nunca o podemos ser totalmente. A nossa consciência, os outros, a necessidade de aprovação não o permitem... No outro dia resolvi que não tinha nada a perder e fiz uso da minha dita liberdade (confesso que também não estava à espera do resultado. Foi puro impulso!)... caiu-me o Carmo e a Trindade em cima!!! Francamente ainda não percebi muito bem o porquê de tamanha reacção. Achei exagerada e sem razão!!! Mas quem sou eu para discutir os sentimentos alheios e seus valores e morais?! Ninguém! Desta resolvi, não reagir e estou a deixar que lentamente passe a tempestade... Não sei porque o faço, se com outros reajo ao mínimo suspiro. Deve ser uma coisa de paixão. Acho. Sou muito passional e emotiva e quando gosto de alguém, quando gosto a sério, de paixão, seja de amor ou amizade, levo tudo a peito!... e quando dois teimosos se juntam... ui!... Ou então é porque tenho de lidar com esta pessoa todos os dias. Os outros estão mais longe e a distância dá oportunidade a que as coisas arrefeçam, a que se pense melhor, a que os encontros sejam mais calmos e se tente aproveitar ao máximo o pouco tempo disponível, deixando as arrelias para os infinitos mail's e sms... Ou talvez porque quem esteja mais longe me conheça, seja mais "vivido" e lide melhor com os meus "ataques"... no fundo, no fundo a minha liberdade acaba onde começa a tua... não é?...

sexta-feira, agosto 13, 2010

... hoje foi um dia...

... repleto de emoções!!!... de boas emoções, de reencontros... que bom foi abraçar-te, sentir-te, cheirar-te entre o tofu e a seitan. Espero ver-te em breve com mais tempo, mais calma. Tenho muito para te contar e muitas, mas muitas saudades para matar... e a si que bom foi vê-lo, há quanto tempo! Que boa conversa na caixa. Nunca mais me queixo por ser uma cabeça de vento e ter de ir a correr à mercearia!!!... e como foi, mesmo, mesmo muito, muito bom ter-vos cá em casa!!!... que saudades!!!... hoje deito-me de sorriso rasgado e com a certeza de que estou mais viva do que nunca e de que... posso ser feliz... adoro-vos!!!

quarta-feira, agosto 11, 2010

... need to...

... save me...

... e é em...

... noites assim, intermináveis, irrespiráveis... que só me apetece gritar a plenos pulmões: A CULPA É TUA!!!... eu sei, eu sei que a decisão final foi sempre minha. Sempre poderia ter dito não! Mas tu insististe e insististe e voltaste a insistir e quando já não havia mais nada a dizer ou fazer, insististe de novo... e hoje não estás nem aí... depois, há dias, quanto te apetece, mas só e apenas, quando te apetece, lá dás o ar de tua graça e hipocritamente apareces como se nada fosse... hoje nem na cara me olhaste... nem imaginas como te odeio e desejo que nunca tivesses existido...

terça-feira, agosto 10, 2010

... ando mesmo...

... mesmo, mas mEsmo muito farta de gente que se acha a última coca-cola do deserto e que são donos e senhores de toda a razão deste mundo e do outro, cheios de uma moral inabalável e sem telhados de vidro!!! O meu estado zen está a chegar ao limite e os paninhos quentes prestes a gelar!!!... um dia destes desapareço no mundo... sem volta!!!...

...

...

domingo, agosto 08, 2010

Sem título

Noites quentes,
Paixões fulminantes,
Passeios estrelados,
Banhos de luar...
Corpos suados,
Molhados, salgados,
Lambidos, mordidos,
Desejados, esgotados...
Amanheceres exaustos
De noites intermináveis
Que se desvanecem
Numa outra noite,
Num outro sorriso,
Num outro corpo...

... ???...

... ?????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????...

sexta-feira, agosto 06, 2010

... hoje...

... acordei com muitas saudades tuas!!! Ondes andas??? Quando vens???... fazes-me falta... muita...

quinta-feira, agosto 05, 2010

Chuva

Chuva estranha esta!
Nem de gente é,
Esta chuva que nem molha,
Nem se deixa molhar.
Agradável, mas monótona,
Sem Vida...
Preciso daquela chuva
Que sobre mim se derrama,
Me inunda, me preenche,
Me lava a alma!...

terça-feira, agosto 03, 2010

... e desta vez...

... as expectativas foram correspondidas... cada vírgula, cada ponto, milímetro a milímetro... que desilusão...