sexta-feira, setembro 17, 2010

Chocolate

Sorriso de trincar.
Voz de vibrar.
Olhar de corar.
Que segredos
Terá esse ar
De miúdo reguila?
Que tanto cai,
Esfola os joelhos
E te corre para o colo,
Como salta
Do penhasco mais alto
De cabeça para o mar
E enche o peito
Para te agradar.

Sem comentários: