sábado, setembro 18, 2010

A paixão morreu

Aqui apenas resta desejo.
A paixão, essa,
O mar, outrora calmo,
Revolto levou-a.
Afogou-a dentro de si.
Matou-a!

Sem comentários: