domingo, novembro 21, 2010

Sem título

Como um boneco me guardas
Lá bem alto no armário,
Lá bem fundo na prateleira.
Por detrás de todos os outros.
Bem escondido. Para que ninguém me veja.
Serei eu o teu preferido?
Ou aquele que te envergonha?

Sem comentários: