terça-feira, abril 19, 2011

... só porque sim...

... só porque sabe que gosto...


... fui adoptada pela gata da vizinha...





... esta é a Ofélia, a gata do prédio vizinho. É a gata do bairo. Logo pela manhã sai de casa e vai pelas casas cumprimentando a vizinhança. Não se deixa tocar, mas todos a conhecem. É ouvir as velhotas: bom dia Ofélia!... sempre lhe falei quando saía de manhã para o trabalho, ou quando vinha a casa almoçar. Ás vezes deixava-me fazer uma festinha, assim de fugida. Sem dar muita confiança. Um dia sentei-me no passeio quando a vi e disse-lhe: olá Ofélia! Estás boa? Então conta lá o que andas a fazer... ela veio a correr sentar-se no meu colo a fazer-me festas e ron ron. Como estava na hora do almoço não demorei muito com ela e levantei-me. Quis vir comigo. Deixei. Abri a porta e deixei-a andar por casa. Cheirou. Investigou e pediu para sair. Desde esse dia, quando me vê chegar, vem ter comigo, faz-me uma festa, sobe comigo. Nunca pede nada. Nem comida. Anda pela casa enquanto pouso as coisas e assim que me sento no puf salta para o meu colo e ficamos ali, no mimo e no ron ron... fui adoptada pela gata da vizinha... :)))...

segunda-feira, abril 18, 2011

... 1º aniversário...

... pois é, o meu Blog faz hoje um ano... quem diria?!...

@ internet
... parabéns!!!...

...

... Sexta-Feira, dia 15 foi o meu último dia de trabalho. Agora estou ofialmente de férias e dia 02 de Maio, oficialmente desempregada... desempregada é algo que não me assenta nada bem!!!...

quinta-feira, abril 14, 2011

... uma Carta de Amor...

... nunca me tinham escrito uma Carta de Amor... não tinha juras, nem promessas. Não idealizava um Amor Eterno como todas as outras. Mas foi escrita com Amor, sim. Foi escrita num momento de... eu quero-te! Eu adoro-te e quero-te! Quero que sejas Minha, só Minha. Minha Mulher... foi escrita num Presente, num Momento, numa Emoção. Foi escrita para Mim, por Ti, com todo o teu Coração... sim, eu sei.... não consigo reagir mais que isto. Mais que uns olhos cheios de água, mergulhados na emoção de te imaginar a escrevê-la (devias estar quase a rebentar. Sem saber por onde começar. És dos que fala. Não dos que escreve. Como eu...). Não te consigo dizer mais do que: sim, eu sei que tudo o que escreveste é verdade. Eu sinto... fiquei sem palavras. Eu! Sem palavras!...

A melhor sensação do Mundo

Quando entras por aquela porta 
E me abraças. Forte! 
O tempo pára. O Mundo pára. 
Existimos só nós os dois.
E ficamos ali...
De olhos cravados,
De peito cravado,
De lábios cravados.
Assegurando que sim,
Que nos temos,
Que nos gostamos.

Sem título

Se algum dia esperei,
(não sei se esperei!
Acho que nunca esperei.
Mas se esperei...)
Foi por Ti!

quarta-feira, abril 13, 2011

Como estou hoje?!

Zangada, ofendida...
Sei lá!
Mas com saudades...
Do calor, do cheiro, da pele.
A saudade faz-me querer-te por perto...

Vens hoje?!
Entras por aquela porta sem dizer uma palavra?!
Abraças-me com força?!
Beijas-me como se não houvesse amanhã?!

... quero-te hoje!...

... sei que já por aqui anda, mas...

... há semanas que não me sai da cabeça...

... hoje é Dia Internacional do Beijo...

... o ano passado, neste mesmo dia, encontrei um texto hilariante sobre o beijo Aquariano. Aqui fica:

"Chiiiii, é verdade que gosta de alguém de Aquário? Bom, vamos por partes: primeiro, essa gente maluca gosta de originalidade, o que inclui, é claro, o beijo... Portanto, escolha um cenário absurdo e aflitivo, se possível, algo como uma sala de espera do dentista, ou a porta de um metro a fechar-se. Ele ou ela vai adorar! Outra coisa: respeite a sua excentricidade. Se ele ou ela lhe disser que gostaria de ser beijado na dobra interna do joelho muito mais do que na boca, fazer o quê? Paixão é paixão! O beijo aquariano é assim: esquisito, surpreendente, bizarro, experimental, lúdico... eles adoram chocar. Depois de ter feito um estágio, beijando dobras de joelho, pupilas, narizes, omoplatas, talvez você conquiste um pouco de "normalidade" dessa gente excêntrica. Aí será a sua vez de dizer onde quer ser beijada. Mas só depois de ter experimentado novas e absurdas formas de beijar."... será que é mesmo assim?! ehehehheheh...

... uma zanga com banda sonora...



... Parabéns Minha Principessa!!!...

... o meu telemóvel avariou e fiquei sem contactos. Como não consigo ligar, deixo aqui um beijinho enOrme e cheio de saudades de Feliz Aniversário!!!...

... p.s.: enviei um mail à mãe. Espero que tenha chegado!...

terça-feira, abril 12, 2011

Sem título

O Silêncio magoa. Sei.
Não consigo falar.
Abro a boca, mas as palavras
Teimam em não sair.
Fingir que está tudo bem. Não.
Não seria honesta. Contigo.
E muito menos comigo.

Escritos de noites enfermas

Olhas-me.
Entras em mim.
Inundas-me.
Reviras-me de ponta a cabeça.
Entras e sais vezes sem conta.
Sentes-me.
Conheces-me.
Preenches-me.

... porque ainda...

... me falta um suspiro...

... o meu Herói?!...

... só Mi Amor a resgatar anéis perdidos em telhados de vizinhas...

quarta-feira, abril 06, 2011

Sem título

Se há que sair para entrar.
Para dar espaço, lugar.
Para libertar.
Então que saia logo!
Que me deixe de vez
Para outro entrar...

... 03:23...

... haverá hora mais imprópria para acordar todas as noites???...

terça-feira, abril 05, 2011

...

... queres explicação mais convincente do que o simples facto de me fazeres rir com todos os músculos deste meu corpinho?! Queres, queres?!?!... gosto muito de Ti, Mi Amor... ☻♥☻...

...

... hoje faleceu o homem por detrás do meu programa de rádio preferido... o meu despertador toca todos os dias às 07h e quantas vezes não deixei ligado durante o fim-de-semana para ficar na ronha a ouvir o Ambientassons. Aqui fica a sua última emissão: http://www.rtp.pt/play/?prog=1078&idpod=193381#/?prog%3D1078%26idpod%3D193381%26fbtitle%3DRTP%20Play%20-%20Ambientassons%26fbimg%3Dhttp%3A%2F%2Fimg0.rtp.pt%2FEPG%2Fimgth%2FphpThumb.php%3Fsrc%3D%2FEPG%2Fradio%2Fimagens%2F1078_NunoMiguel_Radio.jpg%26w%3D160%26h%3D120%26fburl%3Dhttp%3A%2F%2Fwww.rtp.pt%2Fplay%2F%3Fprog%3D1078%26idpod%3D193381... RIP Nuno Miguel...

sexta-feira, abril 01, 2011

...

... recebi mais do que dei. O cansaço, não me permitiu... mas gostava de ficar. Muito!...