quinta-feira, maio 26, 2011

... estou como o tempo...

... é como estou! Cinza, de chuva, cara fechada, de poucas palavras... com saudades tuas. Com vontade do teu colo. Do silêncio do teu respirar...

quarta-feira, maio 25, 2011

... porque há dias assim...

... em que morro de saudades, que anseio por te ter. Te tocar, te sentir. E... satisfaz-me apenas o teu olhar. Saber que vieste, porque também Tu sentes a minha falta. Saber que estás ao meu lado para o que der e vier... satisfaz-me apenas o calor do teu corpo nesta noite ardente. O teu cheiro... saber-te aqui. Satisfaz-me...

terça-feira, maio 24, 2011

... "(...) quero a vida sempre assim, com você perto de mim (...)"...

... é assim que nos imagino...

"(...) reparei num casal de velhos de conversavam no passeio do outro lado da rua. Eu estava dentro do carro, como sempre, e eles pareciam suspensos um no outro. Esquecidos do tempo e do lugar por onde caminhavam devagar, pareciam verdadeiramente entregues a uma conversa que era só deles. Andavam, paravam, falavam, ele fazia gestos largos, ela ria e inclinava a cabeça sobre o ombro, num gesto meio coquete, meio infantil, ele sorria e estendia-lhe a mão, ela dava mais um passo, ele apontava para as árvores do jardim, ela acompanhava o olhar dele e respondia qualquer coisa, ele puxava-a para si para mostrar mais um detalhe ou um ângulo, não sei, e ela apoiava o queixo no ombro dele. Ele deixava e aproveitava para lhe dizer um segredo e os dois riam com gosto. Tinham os dois uma atitude cúmplice e uma postura de corpo que falava muito mais do que quaisquer palavras que possam ser ditas ou escritas. (...)"

Laurinda Alves
in Atitude Xis

quarta-feira, maio 18, 2011

... é incrível...

... como as boas notícias são geradoras de energia!... há uma hora atrás estava eu a arrastar-me pela casa sem vontade de nada. Um telefonema depois, já arrumei a casa, que estava virada de pernas para o ar, organizei e arquivei uma pilha de papéis e estou a caminho do gym!... ora venham lá mais boas notícias s.f.f., que destEsto ter a casa em pantanas e preciso tonificar os músculos para evitar as, de sempre, visitas ao ortopedista... ah e, também adoro o sorriso que me põem na cara e os telefonemas aos pulinhos de contente a Mi Amor :)))... 

segunda-feira, maio 16, 2011

... e no meio desta insónia...

... ansiosa com dia de amanhã, conforta-me saber que estás lá dentro. Deitado na minha, na nossa cama. A dormir um sono profundo, seguro de que estou a Teu lado (estarei sempre a Teu lado. Sempre!)... vou já Mi Amor, vou já... enroscar-me no calor. Embalar-me no teu cheiro...

sábado, maio 14, 2011

... a sério!...

... a sério que sou capaz de jurar que há pessoas que se alimentam, que vivem das tristezas dos outros! E quando te vêem bem e Feliz, é como se nunca tivesses existido na vida delas... há com cada um!!!...

sábado, maio 07, 2011

... porque um Homem quando nos ama é assim...

... vê-nos a chorar agarra-nos no colo como se tivessemos cinco anos e peso pluma. Diz-nos que está aqui, connosco. Que somos fantásticas, que tudo irá passar, que seremos Felizes. Juntos. Num tom mais suave que a seda. Com a certeza mais que absoluta. Mais que a verdade. Com a segurança do Mundo. Do Nosso Mundo, embala-nos o choro... as lágrimas secam... ainda bem que choras...

... obrigada por estares aqui, Mi Amor...

quinta-feira, maio 05, 2011

... e por falar em...

... Mi Amor, está a morrer de saudades minhas e adiantou o fds! wwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwweeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!... <3...

... há mais de duas semanas...

... que aqui não escrevia. Não me tem apetecido escrever. Os meus neurónios ainda estão de férias e não lhe apetecem nada ter de pensar. As "férias" acabaram na Sexta-Feira passada. Agora estou oficialmente desempregada. Quer dizer, ainda não oficialmente, por que me falta inscrever no centro de (des)emprego. É a coisa que não quero nada, mas de momento não tenho qualquer outra hipótese. Continuo a procurar emprego e enviar c.v. que nem uma louca e vá lá, ao fim de seis meses tive duas entrevistas. Não foram directamente em possíveis empregadores, mas em empresas de recursos humanos. Simpáticas, fizeram umas propostas. Veremos no que dá... curioso foi ver a cara de espanto de uma delas quando eu disse: não quero estar a depender de um subsídio. Quero trabalhar. Tenho contas para pagar e uma vida para viver. Não é a fila do centro de emprego que faz mexer o país!!! É preciso trabalhar. É preciso produzir! Já!... enfim, emprego à parte, estas "férias" têm sido do best. Tenho tido mais que tempo para descansar como deve de ser. De tratar de fazer checkups médicos. De mimar a minha casa e dar-lhe a devida atenção e dela tirar o máximo proveito. De cozinhar. De passear muito à beira-mar. De matar saudades. De palheta. Muita. De pensar. De pensar muito. Em coisas boas. Em Mi Amor e tudo o que com ele tem trazido de bom. De sonhar... estou finalmente a recompor-me. Em breve estarei a cem por cento. Seguro que sim!...

... p.s.: o melhor das "férias": brincar aos maridos e mulheres com Mi Amor. Uma semana e meia de puro casamento. Que bom que foi!!! Passear à beira-mar com uma inesperada visita do calor. Matar saudades vindas do frio (surpresa total! Que fantástico foi!!! Quero mais! Muito em breve, sim?!). Reunir as Marias. Finalmente!

... puro, cafeína, urbano, tangerina, planeta, neptuno, metro, asfalto, tango...

...faz hoje um ano que estas cores fazem diariamente parte da minha vida. Faz um ano que estou nesta casa... um ano depois: estou apaixonada. Mais que nunca. Mais correspondida que nunca. Somos dois num só... não. Somos dois. Dois que se completam... em breve seremos dois. Sempre. Numa só casa. A casa das cores!...