terça-feira, maio 24, 2011

... é assim que nos imagino...

"(...) reparei num casal de velhos de conversavam no passeio do outro lado da rua. Eu estava dentro do carro, como sempre, e eles pareciam suspensos um no outro. Esquecidos do tempo e do lugar por onde caminhavam devagar, pareciam verdadeiramente entregues a uma conversa que era só deles. Andavam, paravam, falavam, ele fazia gestos largos, ela ria e inclinava a cabeça sobre o ombro, num gesto meio coquete, meio infantil, ele sorria e estendia-lhe a mão, ela dava mais um passo, ele apontava para as árvores do jardim, ela acompanhava o olhar dele e respondia qualquer coisa, ele puxava-a para si para mostrar mais um detalhe ou um ângulo, não sei, e ela apoiava o queixo no ombro dele. Ele deixava e aproveitava para lhe dizer um segredo e os dois riam com gosto. Tinham os dois uma atitude cúmplice e uma postura de corpo que falava muito mais do que quaisquer palavras que possam ser ditas ou escritas. (...)"

Laurinda Alves
in Atitude Xis

Sem comentários: