quinta-feira, maio 05, 2011

... há mais de duas semanas...

... que aqui não escrevia. Não me tem apetecido escrever. Os meus neurónios ainda estão de férias e não lhe apetecem nada ter de pensar. As "férias" acabaram na Sexta-Feira passada. Agora estou oficialmente desempregada. Quer dizer, ainda não oficialmente, por que me falta inscrever no centro de (des)emprego. É a coisa que não quero nada, mas de momento não tenho qualquer outra hipótese. Continuo a procurar emprego e enviar c.v. que nem uma louca e vá lá, ao fim de seis meses tive duas entrevistas. Não foram directamente em possíveis empregadores, mas em empresas de recursos humanos. Simpáticas, fizeram umas propostas. Veremos no que dá... curioso foi ver a cara de espanto de uma delas quando eu disse: não quero estar a depender de um subsídio. Quero trabalhar. Tenho contas para pagar e uma vida para viver. Não é a fila do centro de emprego que faz mexer o país!!! É preciso trabalhar. É preciso produzir! Já!... enfim, emprego à parte, estas "férias" têm sido do best. Tenho tido mais que tempo para descansar como deve de ser. De tratar de fazer checkups médicos. De mimar a minha casa e dar-lhe a devida atenção e dela tirar o máximo proveito. De cozinhar. De passear muito à beira-mar. De matar saudades. De palheta. Muita. De pensar. De pensar muito. Em coisas boas. Em Mi Amor e tudo o que com ele tem trazido de bom. De sonhar... estou finalmente a recompor-me. Em breve estarei a cem por cento. Seguro que sim!...

... p.s.: o melhor das "férias": brincar aos maridos e mulheres com Mi Amor. Uma semana e meia de puro casamento. Que bom que foi!!! Passear à beira-mar com uma inesperada visita do calor. Matar saudades vindas do frio (surpresa total! Que fantástico foi!!! Quero mais! Muito em breve, sim?!). Reunir as Marias. Finalmente!

Sem comentários: