terça-feira, junho 28, 2011

... adoro...

... a forma como sem importância me dizes, quando eu faço disparates para te fazer rir: é por isto que te amo tanto!... e como quando me agarras na cara e olhas nos olhos como se por mim adentro entrasses e me beijas como se não houvesse amanhã e me dizes: gosto de ti... gosto de não ter de te dizer que te amo, para saberes que sim. Que Te Amo! Mas é que o Amo-te parece-me tão cliché e falso, sei lá... gosto muito de ti, Mi Amor. És sim, sem dúvida, o Homem da Minha Vida. O Meu Amor. É contigo que quero envelhecer. Porque tal como disseste ontem no banho quando falávamos sobre o apoio que damos um ao outro e o apoio que a Família nos tem dado neste período menos bom: só pode ser Amor...

1 comentário:

Anónimo disse...

"If you got it, you got to love it, God Damn you´re fine!!" "huum"

Besos