quarta-feira, julho 06, 2011

... os outros desempregados vão à praia e eu?...

... eu vou para o centro de emprego procurar o que fazer... Bom dia. Bom dia, diga. Ora bem, eu estou cá inscrita e já estou desempregada há dois meses e estou farta de passar os dias em frente ao computador a pesquisar compulsivamente sites de emprego. Estou à espera da resposta de três entrevistas, mas quero manter-me activa enquanto não chegam, então, vim cá ver que formações têm para eu fazer. Muito bem! Dê-me a sua identificação!... oh Ana... pois... sabe... é que já tem licenciatura... e nós não temos formações para quem tem mais que o décimo segundo. Como não?! Não tem nada para eu fazer?! Nem... sei lá! Qualquer coisa. É que estou farta de estar em casa. Já viu a quantidade de anúncios a que já respondi?! Olhe! E nada. Até agora nada! E as agências de recrutamento dizem que no período do verão é muito difícil encontrar vagas. Pois. Lamento. A única coisa que há são formações modulares de vinte e cinco horas, mas não sei se têm interesse para si, que já tem uma licenciatura. Aqui tem a lista de contactos. Tente enviar um email, para ver se lhe respondem, mas o melhor é telefonar(!). Boa sorte Ana. Espero que encontre algo em breve... com esta é que me lixaram! Já eu me estava a imaginar outra vez na escola, a estudar, a aprender coisas novas, a mexer, a mexer (!!!) e: lamento, mas não temos... bem, restou-me afogar as mágoas na Galileu (a minha livraria preferida em Cascais! Adoro o cheiro!) e lá trouxe três livros. Em segunda mão claro, que o subsídio de desemprego não dá para mais e por sete euros e vinte cêntimos vieram para casa: A Um Deus Desconhecido, de Jonh Steinbeck; Nome de Guerra, de Almada Negreiros e não há coincidências, de Margarida Rebelo Pinto (nunca li nada dela. Demasiado Tia, sempre achei. Literatura pink, chamam. Mas como estava baratinho, ora bora lá ver porque é que esta sra. tem tido tanto sucesso). E para ajudar descobri, na mesma rua do Santini (essa mesmo! A Valbom, em Cascais!), uma nova gelataria. A gelataria: Gelataria Italiana, eu nem sei por onde começar a explicar como os gelados são deliciosos, mas amanhã estou lá para provar o suspiro recheado com gelado de zabaione! Hoje deliciei-me com uma bola de Srock (creme de avelãs com amêndoas e nozes caramelizadas). O gelado é pura e simplesmente fantástico! O vero! O italiano! E só por um euro e vinte a bola. Ok, é só uma bola, mas fiquei plenamente satisfeita! E para os miúdos tem uns com pauzinho, com estrelinhas e corações. Uma tentação! Amanhã como o suspiro, Sexta de pistácio e no fds experimento um dos pequenos... não vim para casa mais feliz, mas de certo mais consolada...

1 comentário:

Myosotis disse...

Uiiii.... também ando nestas andanças.
Boa sorte :)

**Beijinhos**