quinta-feira, agosto 25, 2011

... quando os miúdos crescem...

... e de repente deixam de andar a correr à nossa volta a gritar porque o mano lhes roubou o comando da televisão. Já não há bochechas para apertar. Caracóis para gabar. Estão mais altos que nós. Têm barba. Fumam. Estão na faculdade. Têm namoradas. Namoradas! Carro. Saem a noite toda. Dormem o dia todo e a vergonha e o pudor foram-se e dizem que ontem foram a uma festa e ficaram narsos.... são responsáveis, têm boas notas, sabem o querem! Uns. Outros andam um pouco perdidos... há sempre um que se perde... mas no fundo, no fundo... estão iguais! Continuam os mesmos miúdos de sempre a falar uns por cima dos outros, na palhaçada, a gozarem-se. E é bom. É bom ver que estão a crescer bem. Que são uma companhia super agradável, com quem se pode passar um belo jantar em amena cavaqueira a rir com suas aventuras. São um bom projecto de adultos. E com certeza que serão bons Adultos...

Sem comentários: