sexta-feira, março 09, 2012

Sem título

Dói-me! Dói-me o Coração!
Romperam-me o peito! Rasgaram-no!
Agarram-me o coração!
Apertam-no. Torcem-no.
Vão de certo arrancá-lo!

Desta morrerei...

Sem comentários: