domingo, junho 10, 2012

... Dexter...

... Dexter, o meu ruivo preferido há meses que era alvo de controvérsia cá em casa: eu amo, Mi Amor odeia! Desliga a televisão, isso é uma porcaria, demasiado violento, oh pois, pois, coitadinho, é um assassino que SÓ mata assassinos e por aí fora e eu a fazer ouvidos de mercador a ver a minha série preferida...
Dexter
... e assim andou até ao começo da última temporada. No primeiro episódio foi o mesmo churrilho de insultos, até eu lhe dizer: mas por acaso tu já viste algum episódio do princípio ao fim? sabes a história? olha-me só o genérico!!! e o bicho lá se sentou no sofá. De facto, o genérico, está muito bem feito! Grande fotografia! Mas não durou mais do que isto e lá se pirou. Na noite do segundo episódio, tínhamos um amigo a jantar em casa e como com ele não há cerimónia, disse-lhes: vocês desculpem, mas vai dar o Dexter. P, vês esta série? Queres ver? E aí começou de novo: nunca viste? Então nem vais acreditar nas coisas que a Ana vê!!! A única coisa que se safa é o genérico! Mas desta viu o episódio por inteiro, sempre com comentários desnecessários e tal, mas viu. No terceiro episódio, quando dou por mim está ele sentado em frente à televisão a dizer: o Dexter está a começar! Nos primeiros minutos lá teve a reacção de sempre, mas depois calou-se e vibrou de tal maneira que neste momento está em casa de um amigo a apanhar as primeiras três temporadas da série. Tirando eu, nunca conheci ninguém tão teimoso!!! Mas enfim, portanto nos próximos vamos fazer uma maratona Dexteriana, para o menino apanhar o fio à meada. Portanto, Dexter, vê lá se te portas bem!!!!...
prometo, Ana

1 comentário:

Anónimo disse...

ja ja ja...vais arriscar :)