terça-feira, outubro 02, 2012

... afinal era tanga!...

... lembram-se deste moçoilo que andava à procura da sua amada? Chamem-me desconfiada, digam que não acredito no amor, blá, blá, blá, mas desde logo não dei crédito a esta história e sempre achei que era uma estratégia de marketing como a da Nokia. Pois bem, o tal Ricardo e a tal misteriosa Diana fazem parte de uma estratégia de marketing sim (!) e da Cacharel - como podem ver na suposta página de Facebook criada por um rapazito que se apaixonou por uma francesa na manif de 15 de Setembro. O pessoal não gostou e está de tal maneira indignado que até já há uma página de Movimento Anti-Cacharel condenando a dita campanha e propondo o boicote à compra do perfume lançado com esta campanha: Catch Me...
... a estratégia em si é boa, embora repetida e, não haja dúvida que TODA a gente está neste momento a falar da Cacharel. Falem bem ou mal, o que importa é que falem, não é? Mas acho que desta vez o tiro pode ter saído pela culatra à marca. Veremos. Eu pessoalmente acho muito mal a Cacharel ter usado uma manifestação como foi a de 15 de Setembro para promover os seus produtos...

Sem comentários: