domingo, junho 29, 2014

... o que se anda a comer aqui por casa...

 ... estes foram alguns dos pequenos-almoços, almoços, lanches e jantares desta semana. Nesta busca de uma alimentação mais saudável, os pratos com alimentos coloridos são um regalo à vista...
... chá de frutos do bosque, sumo de laranja natural, pão de azeite, coentros e alho com manteiga, iogurte grego com linhaça dourada moída, bagas goji, mirtilos, flocos de centeio, chia e sementes de abóbora... 
... chá oolong com limão, sumo de laranja natural, papas de centeio com chia, abacaxi e sementes de papoila, pão com manteiga de amendoim (sem açúcar)...
... overnigth oats (adaptados da receita da Joana Roque): flocos de aveia, leite de arroz, mix de frutos vermelhos congelados, iogurte natural com linhaça dourada moída e raspa de limão... 
... papas de aveia com chia, raspa de limão e pau de canela, com abacate...  
... flocos de aveia, flocos de centeio, arroz tufado, linhaça dourada moída, chia, bagas goji, mirtilos e sementes de abóbora. Depois coloquei leite de aveia... 
... chá peto com arandos, meloa, panquecas de flocos de aveia, linhaça dourada moída, chia, ovos, leite de aveia e iogurte grego. Mirtilos, queijo fresco e mel para as panquecas...  
... filete de pescada na chapa com sumo de limão e mix de especiarias egípcias, acompanhado de bulgur e espinafres cozidos e picados, salteados em azeite e alho (não ficou lá muito bonite, não. Mas estava bom!)...
... salada fria de bulgur, alho francês salteado em azeite, bróculos cozidos e frango cozinhado em sumo de limão e garam masala... 
... massa soba com tomate cherry cru, sementes de sésamo e um fio de azeite...
... sumo de abacaxi natural, pão de centeio com queijo quark, tomate cherry, tomilho-limão e um fio de mel...
... iogurte natural com flocos de aveia, linhaça dourada moída, sementes de sésamo e mirtilos...
.... batido de leite de arroz com mix de frutos vermelhos, com linhaça dourada moída e torradas com manteiga de amendoim (sem açúcar)...
... pão de escuro com sementes, queijo fresco e tomate cherry...
... courgetes assadas no forno com caril e um fio de azeite, acompanhadas com bulgur...
... massa soba com abóra salteada com molho de soja e wakame...
... ovos mexidos com umeboshi em cama de espinafres...
... resultados no corpo: a barriga que parecia um balão, está lisa e a funcionar, a consciência está mais leve e a curiosidade mais aguçada!...

... saber ouvir o corpo...

... e parar. Hoje acordei tarde, às dez, preparei nas calmas um mega pequeno-almoço a pensar nas mil e uma coisas que tinha para fazer fora de casa e que não teria tempo de almoçar. Amanhã é o último dia do mês e tenho deadlines a cumprir. Pois bem, são seis da tarde e continuo de pijama. E porquê? Porque as malditas tonturas que surgem quando o meu corpo entra em ruptura, não o permitiram. Na verdade há umas semanas que me atormentam, mas não lhe dou ouvidos. Sento-me durante dois minutos e retomo o ritmo. Devia terer ido ao osteopata, devia ter comprado os comprimidos, devia ter descansado. Acima de tudo devia ter descansado. Agora estou aqui, refém das tonturas sem conseguir sair para comprar a porra dos medicamentos que tomo em s.o.s. Estou aqui, sem conseguir desfrutar dos mimos da minha sombra que está deitada em cima de mim no sofá. Estou aqui e em vez de aproveitar e desfrutar deste momento de ócio, penso no que não fiz, em como ainda o poderia fazer hoje se melhorasse, nem que fosse só um bocadinho, em como amanhã tenho aula de fitboxe, em como, em como...

... 100%...

... boas leituras!...

sábado, junho 28, 2014

... 365 grateful (53)...

... hoje deram-me a oportunidade de fazer o que mais gosto: ler e escrever. Hoje deram-me a oportunidade de trabalhar com um grupo de Mulheres com uma energia e boa disposição contagiantes. A boa onda, as boas vibrações que emanam é qualquer coisa. Mães, Empresárias, Empreendedoras, Fazedoras, Mulheres. Tenho muito orgulho por fazer parte deste grupo. Lindo e Amarelo!...

... um encontro de paixões...

... assim foi esta manhã. Assim foi como a F. o imaginou, o apelidou. Nove Mulheres reunidas de volta de uma mesa ansiosas por saber o que uma delas tinha para contar. E depois de um brunch regado a gargalhadas e boa disposição, veio a tão esperada notícia, a tão esperada supresa que o Sr. Carteiro trouxe há umas semanas num lindo envelope amarelo. A supresa foi grande, foi inesperada, foi recebida de braços e corações abertos e mangas arregaçadas prontas para colocar a mão na massa e fazer com que o bebé da F., que agora passou a ser nosso também, nasça lindo e maravilhoso, pleno de saúde e alegria para muitos anos perdurar. Confesso-me emocionada com o convite e muito agradecida por poder participar neste projecto...
... obrigada F...

sexta-feira, junho 27, 2014

... a recompensa...

... depois do esforço feito, o corpo pedia comida, os músculos que há séculos o máximo de esforço que faziam era carregar os sacos do supermercado, estavam esfomeados. O açaí foi o melhor recupera corpo e mente de todos...
... açaí, granola, banana, morango e mel...
... e o melhor de tudo ao sol, num dos meus sítios preferidos de Cascais, a Casa da Guia, com conversa boa e animada pós treino :)...

... do fitboxe...

... quando no Sábado passado a Catarina me desafiou para um treino de Fitboxe torci o nariz e, humm eu sou mais de ioga e natação. Assim coisas calmas e zen. Mas, há sempre um mas, felizmente, como a Smart Academy é a cinco minutos de minha casa, na Segunda depois da caminhada passei lá para conhecer as instalações e fazer mil e uma perguntas sobre o que me esperava. O sítio não podia ser melhor. Pequeno, calmo e sossegado, com toda a envolvência e filosofia das artes marciais, até porque ali o que mais se treina é o Taekwondo, e longe dos grandes ginásio com não sei quantas pessoas e aulas e música alta e coisa e tal. Falei com um dos donos que me garantiu que o treino seria ao meu ritmo, sem agressividade e que não ia andar à pancada com ninguém. Depois de três dias a ganhar coragem, hoje lá vesti os calções e bora! Nos primeiros exercícios não podia estar mais arrependida e só pensava, mas que raio estou eu aqui a fazer. Agachamentos, flexões, saltos. Isto não é para mim! Eu gosto é de água, ioga, calma. Até chegar aos murros. Os murros. Foram definitivamente os murros que me convenceram. O facto de ter conseguido dar uns bons socos nos plastrons fez-me sentir forte, apesar da pouca força que tenho, claro, mas forte. O ter sido capaz de fazer algo fora da minha zona de conforto, fez-me sentir forte. E se para dar uns socos tenho de fazer agachamentos, flexões, saltos e abdominais, venham eles! Se o meu corpo, em especial os joelhos ultrapassarem o fds sem crises, Segunda inscrevo-me!...
... e não, não isto não é cara de dor de barriga, é cara de: Catarina, despacha-te que estou a fazer agachamento para a foto e não aguento mais!...

quinta-feira, junho 26, 2014

... 365 grateful (52)...

... hoje fui ver o meu sobrinho nadar. Há dois meses que o pirralho anda feliz da vida dentro de água e eu que sou mais adepta da natação de todos ainda não o tinha ido ver. Foi absolutamente delicioso ver aquele morenaço, cada vez mais esticado, a exibir os dotes :)...

... closet editing...

... tudo o que eu não usava há séculos - tipo usado duas vezes em dez anos (sem exageros!) - foi para dar, o que estava em mau estado, para reciclar e assim fiquei com um armário limpo e arrumado. Finalmente! Preciso apenas de comprar umas peças para substituir coisas básicas, como roupa interior, calças de ganga, camisas brancas, vestidos leves e práticos, na esperança que o verão venha de vez...
... depois disto, fui dar um bom corte ao cabelo e finalmente marquei aquela limpeza de pele fica sempre para segundo, terceiro, quarto, quinto plano. Amanhã a minha pele vai ficar radiante...

segunda-feira, junho 23, 2014

... segunda...

... começo da semana, recomeço das caminhadas de uma hora em marcha rápida na Ciclovia e no Parque Marechal Carmona - o fresco do parque é o ideal para apaziguar o calor do sol e confesso que depois de tanto tempo sem fazer exercício, senti-me com cem quilos. Bah!...
... e finalmente estreei os calções que comprei às meses na Oysho e ainda não tinham saído da gaveta! Para quem tem dúvidas sobre o benefício de caminhar fica a dica: emagrece, controla o colestrol e a diabetes, combate a osteoporose, fortalece os músculos, melhora a respiração, melhora a circulação sanguínea, melhora a imunidade do organismo, diminui o risco de cancro da mama, ajuda a dormir melhor, diminui a sonolência, melhora o humor, melhora a auto-estima, melhora a sáude mental, entre outros. Mais info aqui...

domingo, junho 22, 2014

sábado, junho 21, 2014

... hoje fui princesa...

... há algum tempo que sigo o blog da Catarina Beato, o Dias de uma Princesa, mas desde que lançou o Dietas das Princesas que sigo com maior frequência os posts, já que tenho um especial interesse em alimentação e mais recentemente em vida saudável. Normalmente as pessoas associam uma dieta à perda de peso, pois não podiam estar mais enganadas! Eu sempre fui magra, demasiado magra na opinião dos médicos e volta e meia lá tinha de fazer dieta, porque a minha barriga não aguentava as quantidade absurdas de comida que ingeria. Sempre que ia a um novo médico, fosse de que especialidade fosse, a pergunta era sempre a mesma: a Ana come? Tem algum dsitúrbio alimentar?, ao que sempre respondi, danada da vida, Tenho sim, como demais! Sofri imenso com os comentários na escola, perninhas de alicate, magrela, eu sei lá e ainda para mais com o apelido como o meu, Vemelho, era o alvo preferido dos miúdos. Naquela altura não havia crianças com excesso de peso nas minhas turmas, ou eram "normais", ou magros. Muito diferente da realidade de hoje, mas isso é um outro post. Até que cresci e me apercebi que tinha uma sorte imensa, porque podia comer tudo o que queria e não engordava, enquanto as minhas amigas andavam sempre em dietas malucas. Aqui a questão é que como quantidades monumentais de comida e muitas vezes até ao ponto de ficar mal disposta, não, não vomito, mas há dias em que é incontrolável. É quase como se o estômago estivesse cortado relações com o cérebro e não o avisasse que já estou satisfeita e já posso parar de comer. Já me tinha queixado disto ao médico, especialmente poque depois de vir do ginásio é sistemático! Pensei que tivesse carência de alguma vitamina, ou mineral, mas não tudo ok. Ontem no workshop "Dietas das Princesas", sobre o qual pensei se deveria fazer ou não e enviei uma mensagem à Catarina a perguntar a opinião, uma vez que eu não pretendo perder peso, mas sim reaprender a comer, coisa que desaprendi totalmente neste último ano. A Catarina respondeu que o workshop é muito sobre a relação com o nosso copo e também sugestões de alimentação, ou seja não apenas sobre perder peso. Inscrevi-me e estava tudo a correr bem até que a Catarina nos pede para dizer-mos três adjectivo sobre o nosso corpo e a maneira como o vemos e sentimos e a mim só me veio à ideia a palavra: compulsivo. O meu corpo é compulsivo. Como complusivamente. E esta complusão há que ser controlada para não ficar mal disposta e com a barriga e o estômago aos gritos. Ou seja, não preciso de deixar de comer nada, a não ser as parvoeiras do costume que fazem mal a toda a gente e deveriam ser proibidas de serem comercializadas, mas só preciso de dosear as quantidades ingeridas. Resumindo e baralhando, este workshop foi o click que precisava para comer melhor de vez. E o jantar de hoje foi a minha confort food preferida, sushi, mas em doses normais para se digerir à noite e quando tive vontade de atacar o frigorífico, apesar de ainda me sentir plenamente satisfeita e não caber mais nada, um chá de tíla para acalmar as hostes e dormir bem...
... destes foram só três. São gigantes!...
... obrigada Catarina pelo à vontade e obrigada meninas pela partilha. Vamos encontrando-nos no nosso grupo facebookiano nesta nossa aventura por uma vida mais saudável. Godspead!...

... hoje começa o verão...

... mas definitivamente São Pedro não recebeu a circular! Que chuva é esta??? Lá se foi a praça...

... a mudança começa hoje...

... depois de um ano em que me esqueci de Mim, de Mi Amor da Família, dos Amigos, começo esta nova etapa a recuperar tudo isso. Hoje começo por Mim. A pintar o cabelo (em casa), a ir à praça comprar fruta e legumes frescos, a fazer um workshop de Alimentação e Vida Saudável, a reaprender como cuidar do meu Corpo (tão esquecido que foste neste último ano), a comprar e fazer presentes de Aniversário e de boas-vindas de uma nova Bébe (nem acredito que perdi o crescimento desta gravidez!) e a planear a primeira semana do resto da minha Vida: aula de ioga experimental na Segunda, uma última reunião na Terça, seguida de um banho de mar para limpar (que São Pedro o permita!), Hipnoterapia na Quarta e muito descanso, cortar cabelo na Quinta, uma volta pelas lojas na Sexta (preciso renovar algumas peças e trazer vida ao meu armário), um brunch no Sábado com as Meninas do Mini MBA e no meio de tudo isto brincar muito e dar muitos mimos à gata mais linda, a minha Guernica, muitas caminhadas e muita praia. Amanhã vou reencontrar Amigos que não vejo desde Dezembro e a última vez que os vi foi em trabalho (shame on me) e dar muitos beijinhos e miminhos à minha querida Cunhada que faz anos. Parece-me um bom plano para este novo começo...
... bom fds! Have fun!...

sexta-feira, junho 20, 2014

... e a semana acabou...

... acabou acabou, nem acredito que acabou...
... mas as ligações permanecem. São para a Vida. Mesmo que não nos vejamos ou falemos todos os dias, tenho o mais terno dos carinhos e as mais boas lembranças desta equipa tão unida. Saio porque quis, como quis e de sorriso nos lábios. Acabou a semana. Acabou...

segunda-feira, junho 16, 2014

... a derradeira semana...

... esta é a última semana de uma etapa de um ano e três meses. Fechei esta porta para poder abrir muitas outras...
 ... e sim, vou precisar de muuuita calma...

domingo, junho 15, 2014

... deste fds prolongado que soube a férias...

... é certo que a semana já de si foi curta e só trabalhei dois dias, mas este fim-de-semana prolongado de três dias soube-me a férias.  Acordei cedo os três dias com o meu novo despertador, Dona Guernica que agora já me poupa e só me acorda às oito, em vez das terríveis seis da manhã, tive tempo para tudo e mais alguma coisa e descansar e recuperar o joelho foram as palavras de ordem. O que não significou que esta casa não tenha sido alvo de uma mega intervenção da Fada do Lar! Casa limpa, roupa passada, compras feitas e frigorífico recheado, como há tempos não fazia - foi bom ter de novo um pouco de controlo neste departamento - e ainda consegui comprar umas sandálias para o dia-a-dia na Bimba y Lola a um super preço!...
... o mercado estava cheio de coisas boas e trouxe morangos, alperces, pêssegos paraguaios, limões, melancia, cerejas, bróculos, espinafres, tomate cherry, alface, requeijão, queijo de cabra atabafado e queijo fresco, por 12,39€. Saudades de umas boas compras no mercado...
... (a alface estava linda!) de resto foi preguiçar e lidar com o calor que me surpreendeu por completo e me deixou mole mole, mas no próximo fim-de-semana em vez de surpresas há mesmo é praia! Eu mole, Guernica mole, o que nos safou foi deitar no chão da sala e as patinhas em água fria. Patinhas pois sim, estava com tanto calor que resolvi colar os pés em água fria na banheira para me refrescar e Dona Guernica vai e faz o mesmo. Salta para a banheira, primeiro a medo, mas depois com confiança plena e aqui vai disto e no topo dos seus três meses de idade, feitos na Sexta, contradiz o ditado e mostra que os gatos não têm medo de água e muito menos fria e adora brincar na água. É pena não ter fotos, mas temos muitas outras da gata mais charmosa do pedaço...
... olha olha, já chego à última prateleira...
... e ali, será que consigo? oh, ainda não...
... ahhhhh que fresquinho está o vidro...
.... opa opa que as plantas são bem mais interessantes que os meus brinquedos!!!...
... ai que bem se dorme neste sofá...

quarta-feira, junho 11, 2014

... 365 grateful (51)...

... hoje foi dia de hipnoterapia, de libertação de coisas más, de deixar entrar coisas boas, muito boas, de vislumbrar uma nova época, branca, cheia de luz e de tempo, de pessoas boas, de sentir uma imensa gratidão, tão grande tão grande que não me cabia dentro do peito, que quase explodi de tão grata que fiquei pelo trabalho de hoje. A hipnoterapia, para mim, não é fácil, não. É muito difícil. Consigo visualizar tudo o que me aconteceu no passado, recente ou distante, muito distante, consigo sentir cada dor, cada agressão como se estivesse a ser infligida ali, naquele momento. São dores horríveis. É esgotante. Tenho de vir para casa dormir. Horas e horas a dormir para conseguir recuperar. Não gosto de ir às sessões, não gosto de ter de passar por tudo de novo. Não gosto! É demasiado doloroso! Mas - e ainda bem que há sempre um mas e este é o mas mais importante de todos - não há outro modo mais eficaz de combater os meus fantasmas, as minhas dores, os meus receios. É um caminho que tenho de percorrer, o Meu Caminho e fico Feliz por ter quem me dê a mão e me guie e por ter um Amor, como o do Mi Amor que me acompanha sem exitações...

terça-feira, junho 10, 2014

... a nossa sombra...

... há quase um mês que não podemos dar um passo neste casa sem termos Dona Guernica a seguir-nos para todo o lado. Ainda há pouco estava muito bem a dormir no sofá enquanto eu fazia um zapping, mas quando me lenvantei e vim para o computador lá veio ela, ainda dormir e a refilar: onde vais? o que estás a fazer? quero ver? o que é aquilo a mexer no ecrã? o que tens na mão? Até se cansar e vir dormir dentro do robe...
... assim até parece sossegada :). Foram precisas várias tentativas para tirar estas fotos! É muito mais giro tentar agarrar a lente!!!... ♥ ♥ ♥ adoramos o nosso pequeno furacão ♥ ♥ ♥...

... e quando o perónio...

... teima em não ficar no sítio devido e nos obriga a ficar de repouso em casa  (o que é óptimo, mas preferível quando é por opção!), viajamos na memória recente dos dois últimos fins-de-semanas onde passeámos de mão dada ao sol...
... Embaixada...
 ... estacionámos no Príncipe Real e conhecemos a Entre Tanto e a Embaixada. Adorámos o facto de a Embaixada ter deixado a arquitectura original e a maior parte estar por restaurar. Depois descemos até ao Chiado e lanchámos na Padaria Portuguesa, que deixou a desejar pelo atendimento bastante antipático e o espaço desarrumado, mas queriamos algo rápido e em conta...
... cara de "não está mau, mas vamos embora!"... 
 ... Compensou o gelado de pistáchio, framboesa e manga da Amorino que estava to die for!!!...
... e acabámos o passeio com este regalito de Mi Amor, o colar, comprado num artista de rua. Isto foi no primeiro Domingo de Junho, este Sábado fomos matar as prévias saudades de Mi Amor por Cascais antes da sua partida de quase um mês para a Argélia. Depois do Mercado de Cascais e dos legumes, fruta fresca e mil e uma sementes, fomos ao Bistrô na Guia deliciar-nos com uns crepes e um refresco de limão e gengibre! ...
... crepe Farol de Sagres (cavala em conserva, cebola confitada, pimentos morrones, tomate cherry, azeitonas e vinagre bâlsamico)...
... crepe Farol de Santa Marta (lombo de salmão, rúcula, alcaparras e maionese de gengibre)...
... comemos um gelado no Fabio, subimos a Rua Direita com paragem obrigatória na Galileu (a melhor livraria com livros em segunda mão e adoro adoro, mas simplesmente adoro o cheiro que tem este pequeno lugar) e este Murakami teve de vir para casa comigo...
... e por incrível que pareça consegui escolher uma mala e um colar quase há primeira na Misako sem ter de correr não sei quantas lojas! Quase não compro acessórios sem ser na Bimba y Lola pelos quais sou completamente apaixonada e tem sempre de ser Mi Amor a convencer-me a trazer, mas desta vez já foram dois em duas semanas. Portanto: longe das lojas durante os próximos dois meses, ou mais, Dona Ana! Quanto às malas não há perigo. Sou daquelas raras excepções e não tenho várias malas. Tenho uma para o dia-a-dia e quando compro gasto-a até ao fim, o que tendo em conta que compro em lojas mais que acessíveis dá uma por ano. E depois tenho uma outra outra que só uso de vez em quando...
... dá para usar de quatro maneiras diferentes...
... acabámos a tarde com um encontro rápido de família para dar muitos beijinhos de boa viagem e ver os olhinhos do nosso pequeno Pitufo já cheio de saudades do tio e ver um filme que há muito Mi Amor ansiava ver...
... memórias boas e cheias de sol para um mês e vários kilómetros de distância. Te quiero Pi!...