quarta-feira, junho 11, 2014

... 365 grateful (51)...

... hoje foi dia de hipnoterapia, de libertação de coisas más, de deixar entrar coisas boas, muito boas, de vislumbrar uma nova época, branca, cheia de luz e de tempo, de pessoas boas, de sentir uma imensa gratidão, tão grande tão grande que não me cabia dentro do peito, que quase explodi de tão grata que fiquei pelo trabalho de hoje. A hipnoterapia, para mim, não é fácil, não. É muito difícil. Consigo visualizar tudo o que me aconteceu no passado, recente ou distante, muito distante, consigo sentir cada dor, cada agressão como se estivesse a ser infligida ali, naquele momento. São dores horríveis. É esgotante. Tenho de vir para casa dormir. Horas e horas a dormir para conseguir recuperar. Não gosto de ir às sessões, não gosto de ter de passar por tudo de novo. Não gosto! É demasiado doloroso! Mas - e ainda bem que há sempre um mas e este é o mas mais importante de todos - não há outro modo mais eficaz de combater os meus fantasmas, as minhas dores, os meus receios. É um caminho que tenho de percorrer, o Meu Caminho e fico Feliz por ter quem me dê a mão e me guie e por ter um Amor, como o do Mi Amor que me acompanha sem exitações...

Sem comentários: