quarta-feira, setembro 24, 2014

... crossfit, a ultrapassar limites todos os dias...

... já escrevi várias vezes sobre as dificuldades e limitações físicas que sofrem os meus joelhos e em consequência o resto do meu corpo e em consequência a minha mente e a minha disposição e, a minha Vida também. Mas hoje os meus joelhos ultrapassaram mais um limite...
... há quase dez anos fiz uma cirurgia no joelho esquerdo, há quase seis outra no joelho direito. Há quatro a equipa de ortopedistas que me acompanhou desde a primeira cirurgia, disse-me que o trabalho feito para corrigir o posicionamento das rótulas de ambos os joelhos tinha regredido e que teria de me conformar a viver com a dor para o resto da vida. Aos vinte e nove anos disseram-me que eu tinha de me resumir a umas horas de natação por semana para manter o condicionamento físico e que não podia fazer muito esforço ou impacto. Fiquei em choque. Com este resultado a minha condição física foi-se deteriorando cada vez mais, chegando por vários momentos a ter de recorrer à ajuda de canadiadas para me movimentar. Muitos foram os dias em que não saí da cama. Há um ano e meio atrás, já em fase de desespero e quase sem conseguir andar, recorri à Osteopatia. O Dr. Rui Coelho com toda a sua calma e paciência ajudou-me a recuperar a minha mobilidade, a minha independência e nunca me vou esquecer da cara do meu sobrinho de cinco anos quando corri pela primeira vez rua abaixo atrás dele. A sua ajuda foi imprescendível para eu ter força e continuar - obrigada. Dediquei-me ao pilates, à natação, ao ioga, mas sempre com muitas quebras por falta de entusiasmo e resultados. Conseguia fazer já alguma coisa, muita coisa até, mas faltava algo. Em Junho conheci a Catarina que me levou a uma aula de Fitboxe na Box 2750. Foi difícil, muito difícil a aula, mas fiquei e passei a ter aulas de CrossfitSe hoje de manhã escrevi sobre a importância do desistir, agora escrevo sobre a importância do persistir. O Crossfit tem-me feito acreditar que consigo mais, muito mais do que os vários médicos, fisioterapeutas, instrutores de ginásio, diziam, que eu própria dizia. Há dias de merda em que não consigo fazer tudo a que me proponho, mas insisto e insisto e não desisto. E no dia a seguir lá estou, a ser corrigida milhares e milhares de vezes, porque a postura e a segurança são tudo e o vamos lá Ana, bora lá, tu és capaz, se dói fazer este movimento faz aquele, mas faz e demora o tempo que for preciso, mas vais acabar o wod, bora, tu consegues, fazem com que haja dias como o de hoje em que do nada quebrei a paralela! Consegui fazer a porra do agachamento completo! E são os dias como hoje que me fazem continuar...

Sem comentários: